Fique por dentro dos lançamentos, eventos e promoções. Inscreva-se na nossa newsletter.


Receita

PRA GENTE, RECEITAS E boas HISTÓRIAS
FORAM FEITAS PARA COMPARTILHAR

São diversas receitas com afeto, pesquisadas em várias cozinhas brasileiras,
para você se inspirar e quem sabe até fazer em casa.

ARAPUCA DE PUPUNHA – PARÁ


voltar

GRAU DE DIFICULDADE: medio

RENDIMENTO: quatro porções

TEMPO DE PREPARO: 2h

CHEF: Prazeres Quaresma dos Santos

ESTADO: Pará

ingredientes

Para o arroz paraense:
-150 gramas de arroz branco
-100 gramas de camarão seco
-1 litro de tucupi
-1 xícara de chá de chicória picada
-2 colheres de sopa de alho picado
-4 colheres de sopa de azeite de oliva
-½ xícara de chá de cebola picada
-½ xícara de chá de coentro
-½ maço de jambu
-1 colher de sobremesa de pimenta-de-cheiro picada
-Sal a gosto

Para o purê de pupunha:
-1 ½ quilo de palmito pupunha sem casca
-400 ml de leite
-2 colheres de sopa de azeite
-Sal a gosto

Para o filé de peixe:
-4 filés de pirarucu com aproximadamente 250 gramas cada um
-½ xícara de chá de suco de limão
-Sal a gosto
-½ xícara de chá de azeite de oliva

MODO DE PREPARO

Arroz paraense:
1 – Lave bem o camarão seco para retirar o excesso de sal;
2 – Em uma panela, ferva por dez minutos o tucupi com uma colher de
sopa de alho, a pimenta e a chicória;
3 – Ferva o maço jambu por cinco minutos. Escorra, corte em tiras e
reserve;
4 – Em outra panela já aquecida, coloque o azeite e refogue o
restante do alho e a cebola. Deixe dourar e, em seguida, acrescente o camarão
seco. Refogue bem e acrescente o coentro picado;
5 – Lave bem o arroz para retirar o amido, escorra e junte ao refogado.
Refogue bem;
6 – Acrescente o tucupi fervido e tampe a panela. Verifique se
o arroz está cozido e, caso seja necessário, coloque um pouco mais de água.
Acerte o sal;
7 – Acrescente o jambu e misture. Sirva ainda quente.

Purê de pupunha:
1 – Cozinhe a pupunha em água e sal até que fique bem macia;
2 – Em seguida, escorra a água e corte a pupunha em pedaços pequenos;

3 – Bata no liquidificador com o azeite. Vá juntando leite aos
poucos, observando a consistência –não deixe que fique muito líquido;
4 – Coloque essa mistura em uma panela e leve ao fogo, mexendo até
adquirir consistência de purê. Se necessário, acerte o sal. Sirva quente.

Filé de peixe:
1 – Lave os filés de peixe e tempere-os com sal a gosto e o suco de
limão;
2 – Deixe-os marinando nesse suco por dez minutos;
3 – Em uma frigideira aquecida, coloque o azeite e grelhe os filés de
peixe dos dois lados até que fiquem dourados;
4 – Sirva acompanhado do arroz e do purê de pupunha.

Dicas

História

Um percurso de 15 minutos de barco separam Belém, no Pará, da Ilha do Combu –por onde só se chega
navegando. Hoje, é um ponto turístico graças a seus restaurantes na beira do rio Guamá, que servem pratos típicos da região, conhecida pelo extrativismo de frutas, como açaí e cacau.

Um desses restaurantes é o Saldosa Maloca –assim mesmo, com “l” em vez de “u”. A dona e cozinheira da casa, Prazeres Quaresma dos Santos, 50, diz que a inspiração foi a música “Saudosa Maloca”, de Adoniran Barbosa. Quem escolheu o nome foi o tio, fã da canção, que tocava o negócio com o pai de Prazeres à
época da inauguração, mais de 35 anos atrás. “Só que foi grafado errado. No dia da inauguração, chegou a faixa. Imagina a gozação? Não tinha como esconder, resolvemos deixar, como se fosse de propósito e virou a marca”, lembra. Nascida na ilha, Prazeres foi incentivada pelos pais a estudar em Belém, em paralelo com as atividades extrativistas. A capital do estado e Combu estão conectadas: muitas famílias da ilha trabalham na capital, que, por sua vez, fornece itens como açúcar, café, sal e farinha para a Combu.

O cardápio preparado por Prazeres valoriza o veio regional: seus pratos realçam o tucupi, o jambu e os
peixes pescados ali. Ela tem a habilidade de partir de ingredientes que a ilha oferece para fazer suas receitas.
Um de seus pratos é a arapuca de pupunha, que leva ingredientes tradicionais da mesa paraense: pirarucu frito, pupunha em forma de purê, arroz com tucupi, camarão seco e jambu.

Saldosa Maloca
ONDE Ilha do Combu, margem
esquerda do Rio Guamá, s/nº, Esquina do Igarapé do Combu, Belém, Pará, tel.
(91) 99982-3396 / (91) 98148-8396

Os comentários estão desativados.