Ester Sá apresenta: Um Passeio pelo Pará

Espetáculo acontece durante a programação cultural do Festival Fartura Gastronomia Du Brasil 2021.

Ester Sá apresenta: Um Passeio pelo Pará

Ester Sá é atriz, encenadora, contadora de histórias, dramaturga, produtora e cantora. Estudante de autoconhecimento.

Em 2004 Recebeu o Prêmio Funarte de Dramaturgia. Participou do Projeto Palco Giratório de circulação nacional o SESC em 2005 com o Grupo In Bust Teatro com Bonecos, circulando em diversos estados do Brasil. Em 2006, no grupo Desabusados Cia. realizou os espetáculos “Quem vai levar Mariazinha para passear? E “Por a Caos”(2009). Assinou direção de trabalhos como “O Viajante das Lendas Amazônicas”(ópera infanto Juvenil), apresentado em grandes teatros do Brasil como Palácio das Artes/BH,  Teatro Nacional – Brasília, Teatro Municipal /RJ e Teatro da Paz/PA, e “N.R. – O JOGO”(Teatro). Integrou o elenco do espetáculo teatral “O Império de São Benedito”. Concebeu e coordenou , de 2008 a 2010, em parceria com Nando Lima, o Festival Territórios de Teatro.

Em 2008 criou o espetáculo “Iracema voa” espetáculo teatral sobre a vida e a obra de Iracema Oliveira (em repertório, já apresentado em Belém, Marabá, e Brasília), e em 2009 foi premiada pela Funarte para a escrita de texto teórico sobre o processo de criação do espetáculo Iracema Voa, na categoria intercâmbio com a Cultura Popular, o que gerou o ensaio “À Voar”. Em 2012 criou a dramaturgia , encenou  atuou no espetáculo “Cartas para a Paz”, apresentado em Belém e São Paulo. Produziu e atuou no Curta Metragem “Quem vai levar Mariazinha para passear?- o filme” pelo edital Curta Criança do MINC e EBC/TV Brasil. Também assinou Direção e dramaturgia do espetáculo  “La Fábula”, da Cia Madalenas.

Em 2014, participou do Juri do Edital Myriam Muniz, Edital nacional de montagem e circulação em teatro.  Realizou dublagens para filmes de animação como “A Onda- festa na Pororoca” e “O Rapto do Peixe-Boi, de Cássio Tavernard, e Nossa Senhora dos Miritis, de Andrei Miralha. Mantém um projeto musical direcionado ao público infantil, o “Tambor de Dentro”, em parceria com Renato Torres. Atua também como contadora de histórias, com 24 trabalhos em repertório circulando semanalmente em espaços da cidade de Belém, dentre eles estão “Uma História com Mil Macacos” “O Abanador Mágico do Tengu”, “A Mãe D’Água”, “Amor, confete e serpentina”, “Uma história das histórias de Boi Bumbá”, “Cartas de uma girafa Chamada José” , “A Pereira da Tia Miséria” .”Nina, brincadeira de Menina”, já tendo circulado regionalmente e nacionalmente com alguns destes trabalhos.

Em 2017 circulou pelo projeto do SESC AMAZÔNIA DAS ARTES, em 10 cidades da Amazônia Legal (Teresina,São Luiz, Macapá, Manacapuru, Boa Vista, Rio Branco, Belém,  Cuiabá, Palmas, Porto Velho) com o espetáculo narrativo “Nina, brincadeira de Menina”, sobre a artesã Nina Abreu, do Brinquedo de Miriti. Em 2019 dirigiu o espetáculo narrativo “Chama teu Nome”, resultado da primeira turma da especialização de Contadores de Histórias do Pará. Em 2020, coordenou e ministrou oficinas de linguagem audiovisual para contadores de histórias, e também estreou seu canal no Youtube com histórias para todas as idades.

Em 2021 foi Juri do Edital SESC/Lei Aldir Blanc e também Juri do edital Semear/Pará , ambos na categoria Artes Cênicas, no segundo semestre foi aprovada no edital Vicente Salles, na área Literatura , e produzirá a pesquisa, experimentação e  criação da série de podcasts A Voz das Ervas.

Confira a apresentação de Ester Sá em Um Passeio pelo Pará.

SEXTA-FEIRA 22/10/2021 – às 10h no @farturabrasil

CLIQUE E ASSISTA!