ir para o site

Fique por dentro dos lançamentos, eventos e promoções. Inscreva-se na nossa newsletter.



Blog

Torrada de tapioca direto de Belém


voltar

Ela em nada lembra à vendida no supermercado e recomendada pelas blogueiras fitness. Embora tenha a mesma matéria-prima, a fécula (ou goma) da mandioca, a farinha de tapioca parece-se mais com uma minipipoca, toda granulada. No Pará, seu consumo mais usual é com o açaí, mas também como ingrediente-base de pães, cuscuz e mingau.

“O sabor da farinha de tapioca é muito neutro, podendo ser usada em várias receitas salgadas e doces. Já a textura crocante é ótima para empanar peixes ou para engrossar cremes de ervilha ou batata”, exemplifica a produtora paraense Joanna Martins, criadora da indústria gastronômica Manioca, de Belém. Foi com o pai dela, o chef Paulo Martins (falecido em 2010), que Alex Atala conheceu alguns dos ingredientes da cozinha amazônica, como o tucupi e o jambu, ambos também comercializados pela Manioca, respectivamente, na forma de tempero e geleia.

E é com ela que a chef faz a deliciosa torrada de tapioca, receita desenvolvida por sua irmã, a chef Daniela Martins, que comanda o restaurante Lá em Casa, na Estação das Docas, em Belém. É esta receita, simples e exclusiva, que trazemos para o leitor:

Torrada de tapioca

Ingredientes
12 xíc de farinha de tapioca

6 col (sopa) de manteiga

Água e sal a gosto

Como fazer

Em um recipiente, misture a farinha de tapioca e a manteiga. Acrescente água aos poucos, até a massa ficar com textura umedecida. Acrescente o sal até o ponto de a massa ficar levemente salgada. Amasse-a em uma bancada. Corte-a em pedaços retangulares, formando uma torrada. Preaqueça o forno a 200º C por cinco minutos. Asse as torradas por sete minutos a 180º C. Reduza a temperatura para 150º C e mantenha no forno por mais 10 a 20 minutos (até dourar). Retire e sirva com geleia de jambu, de açaí ou de priprioca.