Você sabe como é feita a Cajuína?

Vendida em praticamente todos os bares e restaurantes do Piauí, a bebida é um símbolo da cultura local.

Você sabe como é feita a Cajuína?

A cajuína é um suco de caju filtrado e clarificado que apresenta cor amarela-âmbar. Vendida em praticamente todos os bares e restaurantes do Piauí, a bebida é um símbolo da cultura local. Em 2014, o Iphan reconheceu, no “Livro de registro dos saberes”, a produção tradicional e as práticas socioculturais associadas à cajuína como patrimônio imaterial do Brasil.

Lenildo Lima, produtor de cajuína e presidente da Cooperativa dos Produtores de Cajuína do Piauí (Cajuespi), explica que o processo produtivo da bebida inicia-se com a extração do suco de cajus maduros. “Depois, a gente junta gelatina, para ajudar na clarificação. É ela que vai talhar a bebida, fazendo ficar parecida com uma coalhada”, conta Lenildo. Após a decantação, acontece a filtragem. “O suco passa por vários, panos para tirar as impurezas e, então, começa a descer bem clarinho.

Daí, colocamos esse líquido quase transparente em garrafas de vidro, tampamos e levamos para cozinhar por duas horas, em água quente”. Lenildo explica que é nesta última etapa que ocorre a caramelização dos açúcares, resultando na mudança do líquido transparente para a cor amarela clara que caracteriza a cajuína. “Com isso, ela está pronta. Basta guardar em lugar arejado ou na geladeira, para depois tomar bem geladinha, como diz a regra”, conclui Lenildo.